Dinheiro x Bolso Cheio x Peito Cheio

Neste tópico vou elucidar com detalhes a cerca da importância de ser um bom indivíduo, mesmo que detenha em suas mãos um grande patrimônio.

Com isso quero comprovar que podem existir pessoas de bem e com dinheiro, a contrario senso do que foi dito sobre a mulher e o homem, peito cheio e bolso cheio respectivamente.

É claro que para subsistirmos no atual mundo, precisamos de dinheiro, seja para saciar necessidades básicas ou mesmo para realizar verdadeiros sonhos.

Mas para isso, temos que dar valor para o dinheiro que recebemos.

Disse recebemos e não ganhamos. Isto porque o dinheiro que ganhamos, raramente damos seu real valor ao gastá-lo.

Portanto, não pense que ganhar na mega-sena irá “salvar” a sua vida.

É fato que se alguém investe em um negócio e cresce neste, a cada passo que der vai dar valor ao que receber a mais, ou seja, seu lucro.

Vai gastar com sapiência.

Por outro lado, o indivíduo que com o mínimo esforço consegue algum valor, vai gastá-lo descomedidamente sendo sua falência o fim certo.

Exemplo:

Um rapaz de bem, começa uma sociedade empresarial, investe nesta, dedica seu tempo e faz com que os lucros cresçam a cada mês em progressão geométrica. Este irá ter um mérito tão grande que suas chances de ser um homem de bem são quase que certas.

Um outro rapaz, que resolve entrar para o caminho do desvio, se torna um traficante renomado e vislumbra a possibilidade de ter um valor absurdo sem um mínimo esforço, este estará rico muito mais cedo, porém somente rico de dinheiro, e mais, vai viver pouco provavelmente, porque muitos vão querer o seu lugar que não teve nenhum mérito para conseguir.

Os lugares mais difíceis de se chegar são desejados por poucos, mas são os que mais lhe trarão a realização pessoal.

Talvez seu sonho de ter uma Ferrari se consume com o fato de você ver sua empresa dar certo, ver sua família feliz, ver seus pais orgulhosos.

Quero com isto, comprovar que o dinheiro não caminha sozinho para nada.

Para tanto, se teus valores internos – valores morais – estiverem “estragados” ou “distorcidos”, melhor rever o seu conceito de vida.

Se você for honesto com uma moeda de 5 centavos num troco, você vai ser o mesmo diretor de uma multinacional, cujo qual vai tomar a melhor decisão para um grande negócio.

Então, a mulher peito cheio e o homem bolso cheio podem sempre mudar! Podem se tornar pessoas mais humanas e menos materialistas. Podem ajudar o próximo sem gastar seu dinheiro, mas com atitudes humanas.

E ai sim verão que a regra que a caridade nos apresenta, “não saiba a vossa mão esquerda o que dê a vossa mão direita”, pode ser uma lição perante ao mundo de ostentação que existe nesses dois estereótipos acima citados.

Carlos Imbrosio Filho.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: