Não tenha vergonha de si próprio.

Quando alguém te criticar, pare e reflita qual o valor que a pessoa que te criticou tem para você. Veja se ela tem algum valor que ela mesmo criticou.

Exemplo:

Alguém te chama de preguiçoso, e você sabe que a pessoa nem escova os dentes direito porque não sai do vídeo game.

Com base nessas criticas construímos um ser que as vezes não é quem queremos ser, e isso nos gera angustia. Criamos em nós mesmos um personagem “idealizado” de quem as pessoas querem que nós sejamos, e isso nos gera revolta.

Vamos ser quem nós queremos ser!

Vamos nos olhar no espelho e dizer, eu quero mudar isso e aquilo em mim porque eu quero. Não porque fulano disse que ta na moda, ou porque beltrano disse que é cafona.

E ainda tem o cicrano que é o indivíduo mais “out of mind” e diz que você tem que nascer denovo!

A força tem de haver para que possamos suportar as criticas, posto que a exclusividade em algo sempre gera criticas do grupo, ou você nunca questionou o cabelo roxo de uma menina que estava no seu grupo?

Não importa o que os outros pensem desde que você se sinta bem.

Os que rebaixam o próximo, geralmente são como “kinder ovo”, é lindo por fora, mas sua casca frágil logo revelará uma surpresa.

O bolso cheio e a mulher cheia têm medo das pessoas que são seguras de si, porque suas cabeças não têm argumentos suficientes para provar o que de fato é bom ou ruim.

Escute todos os conselhos, mas siga somente os que julgar realmente benéficos para você.

Carlos Imbrosio Filho.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: