Peito Cheio

A peito cheio recebe esse nome porque está sempre exagerando nas coisas, como no tamanho dos peitos de silicone por exemplo. A peito cheio só tem tempo para salão de beleza, centro de estética, SPA, academia e social com as amigas.

Ela anda num carro que não é seu e que mal sabe dirigir, possui um cartão com limite inexplorável e sempre está vestida com roupas escalafabéticas. Seu lema é, “o dinheiro compra tudo”. Geralmente casada com um empresário qualquer, serve de chaveirinho para ser exibida na sociedade.

A sua cabeça também é vazia em quase 100% dos casos, como a dos bolsos cheios.

Ela é exagerada em tudo, maquiagem, roupa minúscula, carro importado, bolsas gigantes e bem brilhantes, salto alto para ir a praia. Afinal o seu peito é cheio né.

Geralmente sente crises de carência afetiva e sexual, porque seu marido não tem tempo para ela, ou porque ela tem tempo demais para ele.

O ócio é o aliado perfeito da mulher peito cheio. É como um playground, as vezes manutenção e só serve para garantir a diversão da galera.

Elas falam:

–       Amiga! Não sabe da maior!

Sempre que iniciam uma fofoca qualquer. Porque todas são sua amiga. Alias, a fofoca está sempre em primeiro plano.

Ela se assemelha com um macaco, porque pula de galho em galho sempre que está prestes a quebrar ou porque vê uma “banana” maior no outro.

Vive com base na emoção, e não na razão. Consegue ser muito falsa quando lhe convém.

Para finalizar, a peito cheio é sempre um padrão perfeito de estética, aquela que por onde passa tira da boca masculina um assobio ridículo. Parece uma vitrine em liquidação.

Ela tem um corpão que faz qualquer homem dizer:

–       Essa é pra casar!

Enfim, constatei isso logo depois que Karl Marx escreveu o livro, “o capitalismo”. Não quero que as mulheres se sintam desvalorizadas por isso, até porque essa “peito cheio” é um tipo que demonstra sua felicidade com base em coisas fúteis, e creio que a maioria ainda se valorize e saiba que sua felicidade pode estar em coisas simples na vida, conforme escrevo em outros tópicos.

Acredito no amor e alem disso, acredito que posso confiar em um tipo de mulher, essa sim àquela que vai valorizar aquilo que julgo fundamental para ser feliz.

Para as que se identificaram com este tópico, termino ele deixando um breve recado:

“quando se sentir só, não perca seu tempo comprando bens materiais achando que isso vai suprir seu prazer em ter um abraço ou um beijo sincero. Pare e converse com quem está ao seu lado e perceba onde estão errando. Reconheça seu erro e retifique-o. Somente assim, você poderá ser estereotipada como a  mulher ideal ao olhar masculino.”

Carlos Imbrosio Filho.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: