Lost in the middle of nowhere (diário da noite)

Essa é a sensação que temos quando estamos na boate dançando. Mesmo que com amigos, acompanhados daqueles amigões que temos do peito.

As luzes piscam e o ambiente hostil de competição te força a lutar sem pudor. Os do mesmo sexo irão te rebaixar indiretamente, e os do sexo oposto irão atrair seus olhares como ofertas em vitrine.

A maquiagem bloqueia a verdade da vida. A roupa esconde tudo que não é real fisicamente. As idades são ocultadas como proteção ao ego. Os elogios servem de ferramenta de sedução mas podem se transformar em armas contra sua própria auto-estima.

Não seque ninguém, repare apenas. Não ande apenas, desfile com postura. Repare nos seus gestos e esqueça os outros. Dance mas não se exponha. A linha entre o sensual e o cafona é tênue. A bebida socializa mas também ridiculariza. Se quer encantar alguém, não faça igual aos outros. Boate não é que nem casa lotérica; você vai esperar a sua vez numa fila e, talvez seja contemplado num prêmio não tão alto quando chegar a sua vez. Isso não funciona na boate.

Conscientize-se de que mulher não sai pra beijar ninguém. Elas saem para massagearem seus egos. Por um acaso, as vezes se encantam por algum homem “diferente”. Os elogios podem ser feitos mas não a ponto de se tornarem humilhações para você mesmo.

Seja simpático mas nunca chato. Piadas oportunas do tipo inocentes são bem aceitas, com duplo sentido. Piadas longas não colam pelo barulho. Telefone só no final se você gostar de fato. Homens! Não peguem telefone de quem não irão ligar.

Status, prestigio e conforto. Esse é o tripé. Não falo de ser interesseira, mas de fato isso é o que procuram. Elas não querem o cara que bebe demais, mas o que tem uma condição de conforto na situação. A postura é fundamental.

O ataque não se procede de forma “kamikaze”, mas de forma racional. Lembra que elas não estão ali por você, mas por elas mesmo. Então, flertes do tipo olhar com sorriso são bem vindos, mas nunca faça isso e olhe para o corpo da que esteja do lado dos pés à cabeça. Desde o flerte, existe o compromisso implícito, ou seja, se você olha para a moça e se perde na silhueta da amiga dela, ela fatalmente te corta da lista dos “possíveis”.

A mulher não está na situação que você se encontra. Fazer valer o dinheiro todo que está pagando. Elas manipulam muito mais uma situação. Seja sempre paciente e aguarde o melhor momento. Se arrependa do que fez e não daquilo que queria mas não procedeu.

Sei que você quer a mais gata da festa, mas se contente com aquela que agregue a beleza e o interesse por você. De que adianta ter a mais gata se ela não estará nem ai pra você. Seja autentico, não finja ser quem não é. Sempre a mais gata e o mais marrento saem sozinhos. Ela porque acha que vai encontrar o príncipe naquela noite – depois de massagearem bastante seus egos – mesmo que saia todo fim de semana. Ele, por sua vez, por um motivo simples, chegou em todas as gatas que não davam a mínima para ele e queimou o filme perante as mais comedidas que estavam, a priori a fim dele.

Quero comentários construtivos a cerca desse tópico porque foi alvo de muita dúvida masculina e feminina.

Carlos Imbrosio Filho.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: