O PODER DA ESCOLHA

Estamos aqui com mais um texto falando sobre o poder da escolha que uma mulher tem na hora de decidir com quem ela vai ser relacionar (namoro ou algo mais casual). Vamos pegar o exemplo mais trivial e conhecido de todos: a balada. Como todos sabem, as mulheres não vão somente para dançar (para aquelas que não concordam com o que eu falo, reporte a um texto anterior sobre generalização).

Para começar, elas chegam à noitada sempre em bandos. Mulher não anda sozinha. Principalmente se for bonita. Chegam a porta e aguardam um marmanjo, trouxa, amigo ou não, falar com elas para convidar a entrar na tal boate. Geralmente existe um convite de mulher VIP ate meia noite que se estende ate as cinco da manha, dependendo do tamanho do vestido e do decote, alem de ser levado em consideração a quantidade de gatas no grupo. Famoso marketing interno. Ah! Esqueci de dizer que, obviamente, temos a opção camarote com tudo incluso, mas essa opção é para poucas, as gatinhas e que se submetem a uma noite que vai acabar no motel (pica dentro!).

Bem, como já pudemos constatar, mulher não paga porra nenhuma, se quiser é claro. Além disso, esquecemos de citar o amigo (famoso miguxo) que é convidado para servir de motorista. Se for bonitinho até consegue uma delas na noite, mas deve ser bom de papo e ter uma graninha, senão já era.

Agora estão todas a meninas dento daquela desejada boate. Tudo bem, vocês gastaram uma grana naquele sapato e bolsa, naquelas maquiagens e seus pais pagarão a conta de luz pelas 2 horas de secador ligado. Detalhe se for casada e sair com a amiga, o maridão quem vai bancar. Quando uma mulher entra na boate ela anda com a cabeça erguida olhando pro horizonte e sabe exatamente os urubus que a perseguem. Nesse momento seu ego está no cume do Everest. Parabéns, você mulher, pode escolher o trouxa que vai te pegar, ou melhor, que você vai pegar.

Se pergunte por que estamos falando assim?

Simples!

Quem decide é a mulher, exceto se esta não tiver se insinuado para nenhum homem e restar ficar com qualquer um que aborde. Mesmo assim você escolhe com quem ficar, é só esperar. Vamos pegar uma situação bem corriqueira.

Lá está a mulher com uma bebida na mão e espera que alguém fale com ela (por que ela simplesmente não fala com ele ao invés. Elas acham que podemos ler a mente delas quando querem falar conosco, sendo que elas não mandam os sinais de interesse básicos, por insegurança). O cara, corajoso vai lá abordar ela. Se ela quiser ou não, ela mantém o papo com ele. Se ela quiser ou não, ela fará um leve cu doce para saber se ele continuará investindo (Aviso para as mulheres: para os homens, o cu doce não faz a menor diferença na nossa avaliação sobre vocês). Se ela quiser ou não, ela aceitará um beijo. Se ela quiser ou não, ela pode continuar com ele ou vai procurar outro. Se ela quiser ou não, ela dará o seu número (verdadeiro) do celular para ele. Se ela quiser ou não, ela irá atender a ligação nos dias seguintes e se ela quiser ou não, ela marcará outro encontro com ele. Em resumo, tudo se baseia no que a mulher quer, ou seja, o pode está nas mãos delas e pouco estará na do homem.

Isso é a facilidade com que as mulheres têm. Por isso afirmo, sem medo de represálias, que as mulheres TENDEM a trair mais do que os homens pelo simples fato de elas escolherem quem quiserem para ou namorar a sério ou fazer sexo somente ou ambos. Dependendo do desejo que ela quer no momento, ela procurará certo tipo de homem. HOJE O HOMEM TEM UMA FUNÇÃO UTILITÁRIA  PARA AS MULHERES (EXPLICAREI EM OUTRO TEXTO).

Esse papo de que a vida das mulheres é difícil é pura mentira e balela. Elas podem ter quem quiserem, na hora que quiserem, basta querer. Elas gostam mesmo é de reclamar da vida e dificilmente atribuirão a culpa dos seus insucessos e fracassos nelas mesmas e culparão ao machismo dos homens.

Até o próximo texto.

Felipe Giannini Cardoso e Carlos Imbrosio Filho

4 respostas para O PODER DA ESCOLHA

  1. Lúcio Sátiro disse:

    Amigo, se continuar com essa idéia dúbia de que é a mulehr que escolhe mesmo, você está em sérios apuros.Embora o que você diz não seja mentira. A mulher pode sim escolher, desde que esteja rodeada de machos betas, indecisos, medrosos, hesitantes e submissos.Nenhum ser humano tem escolha sobre suas emoções. Experimenta você ficar sob a mira de uma fuzil AK-47 de um traficante perigoso e NÃO ficar com medo, controlando o nervosismo e a adrenalina no sangue: impossível. Da mesma forma, assumir que mulehr escoleh algo, é a mesma coisa que assumir que a atração é algo lógico. Nenhuma mulehr escolhe por quem se sente atraída, isso ocorre e pronto, como nos animais.
    Tenho novidades pra você: em outro post seu, você dizia(para eventuais mulheres que o lessem) que dispunha das condições (presumo financeiras) que elas tantoa gostam. Isso é bom pra você.
    Então tenta se informar sobre o Extreme Summer, onde Bad boy e Marius (monstro da sedução, ele seduz mulehres sem nenhum esforço)colocam você 7 dias numa semana, durante 24 horas pra abordar mulehres em Cancun, México e também em uma ilha próxima a agreb, na Croácia. Voc~e irá se aproximar de cerca de 500 mulheres, usando um método chamado de ADN (Direct Natural Approach), muito agressivo e que não dá poder de escolha a mulehr nenhuma.É só acessar http://www.badboylifestyle.com
    E tem também o de Ranko Magami , http://www.atractanddate.com. onde ele ensina uma confiança incomparável pra lidar com mulheres.

  2. Lúcio Sátiro disse:

    Uma noite eu estava me aprsentando com o meu grupo de teatro em outra cidade, onde eu interpreto Poncio Pilatos na Paixão de Cristo. antes de a encenação começar, fui dar uma volta com um amigo pra ver se tinha alguam mulher boazuda pra abordar e como é cidadezinha de interior, a única coisa que tinah cheia de gente lá era a igreja, em plena missa. Eu já estava ficandpo com outra moça do teatro, mas dei um jeito de distrai-la e fui só com o amigo pra igreja.
    Podíamos ver lá de fora muita gente dentro, assistindo a missa, e uma morena muito, mas muito gostosa que estava lá, com mãe e tias (soube depois).
    Fiquei muto atiçado por ela, quis por que quis aborda-la ali mesmo e foi o que aconteceu. Fui lá, entrei na missa, enconstei perto dela, toquei no seu ombro e falei alguams coisas no ouvido dela, depois virei ela pra mim e me paresentei. ela ficou estática, não esperava aquilo de um completo estranho, muito menos no meio de uma missa.Eu disse que ela era gostosa e que mexia comigo, que o corpo dela me tirava o folego e que equeria ela pra mim.Puxei ela pelo braço e levei ela dali.
    Depois ela me falou que a maneira como eu me acerquei dela a tinha deixado sem defesas. Então eu pensei comigo “imagina se eu tivesse deixado ela escolher, ela decidir”. MUlher não foi feita pra decidir nada. É mais fácil seguir do que decidir.
    Quando um homem DECIDE que vai conhecer uma mulher ,quem escolhe ela primeiro é ELE.Se ninguém decidir abordar ela, ela vai pra casa sem nada, sozinha.Então, antes de você pensar que é a mulher que decide e dar todo o seu poder a ela, pense direito.Até por que quando um homem definitivamente DECIDE que NÃO VAI ABORDAR essa ou aquela mulher, não há nada que ela possa fazer para ele se interesar.
    Essa é a real base para o Jogo Direto e audaz, ser homem fazer o que se quer, não se importando com o que a mulher vai sentir ou pensar.Isso é o que deixa elas tão chocadas e encantadas.
    É o que legitima a frase de Nessahan “…se interessam pelo homem que não depende de ninguém e não precisa de ninguém pra nada”..Se eu ajo sem precisar da aprovação dela,eu estou sendo um cara altamente dominante.
    É por isso que às vezes, na academia eu passo e tem aquelas mulehres lindas e gostosas em mnah frente, atrapalhando o meu caminho. Eu simplesmente pego elas pelos braços ou corpos, e tiro elas do lugar pra que EU PASSE, sem pedir qualquer permissão ou tímidos “com lecenças”.Simplesmente o faço. E, AHHHHH, QUANTO MAIS UMA MULHEH É BONITA E GOSTOSA, MAIS EU SOU FIRME COM ELA.Mais eu sou mau.

    • Animus disse:

      show sua resposta!!! finalmente alguem que leu e realmente se importou em criticar! agradeço! verdade o que disse! vamos repensar sobre tudo! se quiser acrescentar algo pode se sentir a vontade… podemos postar seus pensamentos também, enviando para carlosfilho7@hotmail.com seu post em arquivo .doc com seu nome no final! abraços!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: